quinta-feira, agosto 31, 2017

Pontes finalmente iluminadas! Abençoadas eleições!...

As duas pontes finalmente iluminadas. Abençoadas eleições, que tantos milagres fazem...
Passagem da ponte velha para a ponte nova...


Ó pá!!!..., quem foi que disse, quem foi?..., que os anos de eleições é que são bons para se fazerem obras?
Não interessa, fosse quem fosse, falou verdade e só a verdade. E cá está a prova: 10 meses depois de aberta ao trânsito a ponte nova, as duas pontes de Óis da Ribeira têm finalmente luz pública. Pfff..., abençoadas eleições!!!!!!!
As eleições autárquicas são daqui a semanas, a 1 de Outubro, e nada melhor, então, que adoçar a boca ao povo. No caso, satisfazer uma sua ambição (do povo), mas também uma obrigação dos políticos e/ou quem decide a coisa pública e nas mais das vezes o ignora, não o esquecendo por estas alturas - as das eleições.
E quem é migo, quem é? Quem são? São migos, muito migos do povo..., os políticos no poder, esses manipuladores da palavra e das emoções, e das expectativas, que deviam servir de forma sacerdotal o interesse público, mas neste se marimbam quando lhes apetece e mais lhes convém, dele se esquecendo por cada três anos de cada mandato de quatro!
Nunca se esquecem desse povo é em alturas de eleições!
A abertura da ponte nova, sem festa organizada mas com presença das envaidecidas autoridades locais, foi no já distante dia 21 de Outubro de 2016. Mal se suporia que a iluminação demoraria 10 (dez!) meses a «dar à luz»! Quem diria?!
Mas aí está ela, a iluminação. Vocês, políticos, são fixes, ó meus! Abençoadas eleições!

quarta-feira, agosto 30, 2017

Socialistas de Óis da Ribeira em apresentação do PS

Óis da Ribeira vista do ar e do norte para sul







Carla Tavares
Alexandre Pires






O Partido Socialista de Águeda faz a apresentação oficial das suas candidaturas à Assembleia Municipal e Câmara Municipal de Águeda e às Assembleias de Freguesia no próximo dia 1 de Setembro de 2017, às 18 horas e na Fundação Dionísio Pinheiro e Alice Cardoso.
O acto envolve 7 ribeirenses:

1- CARLA TAVARES. Carla Eliana da Costa Tavares, advogada, de 39 anos,
Sofia Framegas
Romeu Fernandes
deputada da Assembleia da República.É candidata à presidência da Assembleia Municipal de Águeda, órgão de que secretária no actual e do anterior mandato. Foi candidata à presidência da Junta de Freguesia de Óis da Ribeira nas Autárquicas de 2009. Sempre em listas do PS.
2 - ALEXANDRE PIRES. Alexandre Resende dos Reis Pires, de 22 anos e licenciado em gerontologia. Debu-tante da política eleitoral autarqui-
ca, é membro da Juventude Socialista de Águeda. Candidato nº. 2 da lista do PS em Travassô e Óis da Ribeira, liderara por Júlia
Melo. É filho de José Pires (que foi candidato do PSD e está na Guiné-Bissau) e de Maria da Luz Resende Reis (Milú).

Rosa Almeida
Rúben Santos
3 - SOFIA FRAMEGAS. Ana Sofia Resende Framegas, de 21 anos, estudante universitária, quarta da lista socialista de Júlia Melo e herdeira da tradição política da Família Framegas. Filha de Paulo Rogério Framegas. 
4 - ROMEU FERNANDES. Romeu de Castro Fernandes, de 27 anos, operário fabril, sexto candidato da lista socialista de Júlia Melo, é um novo «rebento» político do clã Costa
Soraia Gonçalo
Fernandes. Primo de Carla Tavares.
5 - ROSA LINA ALMEIDA. Rosa Lina Oliveira Almeida, de 21 anos, engenheira zootécnica. É a 9ª. candidata da lista do PS de Júlia Melo e debutante em lides eleitorais, sem grande tradição familiar. Filha de Alberto Almeida (surdo-mudo) e neta de Zulmiro e Amélia.
6 - RÚBEN SANTOS. Rúben Joel Ferreira dos Santos, de 26 anos, engenheiro químico, 11º. candidato da lista do PS. Não tem histórico político na família directa. É órfão de pais (Carlos), neto de Manuel Arsénio dos Santos
7 - SORAIA GONÇALO. Soraia Filipa de Almeida Gonçalo, de 30 anos e osteopata, 15ª. candidata da Lista do PS, é de Óis da Ribeira mas vive em Travassô. Filha de Luís Costa Gonçalo, foi candidata do PS há 4 anos.

terça-feira, agosto 29, 2017

«Separados do PS» ainda sem cartazes em Óis da Ribeira

Os Juntos ainda não abrilhantaram as ruas de Óis da Ribeira com os seus cartazes. Aqui,
5 primeiros: José Garcia, Marta Morais, Mário Martins, António Horácio e Filipe Almeida
Mário Martins com a pas-
tade candidatos no dia de
entrega das listas

O Movimento Independente JUNTOS ainda não «implantou» nenhum cartaz das Autárquicas de 2017 nas praças, avenidas, esquinas e alamedas de Óis da Ribeira. Pelo menos até ao final da tarde de ontem, 28 de Setembro de 2017. Igual, só a CDU..., vá lá saber-se a razão! 

A rapaziada candidatável, liderada pelo venerando Mário Martins e que começa a ser conhecida por «Separados do PS» (não nos levem a mal...), tem, porém, uma página oficial de facebook (ver AQUI), de onde retirámos esta imagem, mas que nada mais tem que avisadamente nos informe, nos esclareça, nos diga e se mostre. Repare-se, no entanto, que o grafismo dos «Separados do PS» é igualzinho, igualzinho..., ao do PS de há 4 anos - quando andavam, segundo então se diziam, pelo «caminho certo». 
Vazio de ideias nas hostes «separadas do PS», não há, com toda a certeza. Apostamos, dobrado contra singelo. Aliás, tem muitas, e bem prolixas, o patriarca Mário, como bem sabem todos os eleitores de Óis da Ribeira e de Travassô.
É estratégia, por certo.
Andámos a navegar a net para saber mais deste esverdeado quinteto de Juntos, mas «Separados do PS»:
1 - MÁRIO MARTINS. Mário Ramos Martins, o líder, de 73 anos, empresário agrícola, de Travassô. Candidato do CDS/PP em 1993 (4º. da lista de Aníbal Pires), em 1997 (3º. da lista de Aníbal Pires, que depois substituiu na presidência) e 2001 (eleito presidente). Candidato do PS em 2005, 2009 e 2013 (sempre eleito presidente da Junta). Há 24 anos no poder local: dinossauro!
2 - ANTÓNIO HORÁCIO Pires Tavares, de 60 anos, metalúrgico, natural de Espinhel e residente em Óis da Ribeira. Candidato do 
PS em 1989 e 2013. É membro da Assembleia de Freguesia e, neste mandato, exerceu temporariamente as funções de secretário da Junta de Freguesia, substituindo Marta Morais, ambos eleitos pelo PS.
3 - MARTA MORAIS. Marta Lúcia Castro Morais, professora, de 36 anos, de Travassô, foi candidata do PS em 2005 e 2013. Actualmente, é secretária da Junta de Freguesia, eleita pelo PS.
4 - JOSÉ GARCIA. José de Castro Garcia, de Travassô. Controlador de qualidade e debutante em listas eleitorais.
5 - FILIPE ALMEIDA. Filipe Manuel Gomes Almeida, de 37 anos, professor, de Travassô e actualmente empresário. Foi candidato do CDS/PP em 2001 e do  PS em 2005, 2009 e 2013. Actualmente, é vogal da Assembleia de Freguesia, eleito pelo PS.
- NOTA: Os dados podem ter alguma incorreção, por defeito,
de que se penitencia o d´Óis Por Três. Qualquer indicação pode
ser dada para o email doisportres2@gmail.com.

segunda-feira, agosto 28, 2017

As obras de cobertura da Junta/Arcor e as eleições autárquicas...

A grua ao serviço das obras de restauro da cobertura da sede da União de
Freguesias de TravassÓis e da Arcor. Hoje, 28 de Agosto de 2017. Finalmente...


O d´Óis Por Três, não sendo ingénuo de todo, acredita que há gente boa e capaz, competente, que não brinca com coisas sérias, que respeita o património público, etc., etc., etc., etc., por aí fora.
Não cai, por isso mesmo, na tentação de dizer que as obras de restauro da cobertura do bloco frontal do centro social e sede da União de Freguesias de Travassô e Óis da Ribeira, começaram hoje porque há eleições daqui a um mês.
Nem pensar nisso.
É verdade que o tecto da sala nobre e os sanitários estão há mais de 4 anos a cair. É verdade!
É verdade que o assunto foi transversal a todo o mandato do actual executivo. De 4 anos! É verdade!
É verdade que o executivo, com a estranha aprovação da Assembleia de Freguesia, preferiu canalizar apoios da Câmara para uma obra particular, em detrimento do seu próprio património. É verdade!
Mas também é verdade que, depois de começadas em finais de Julho (ver AQUI ), recomeçou agora a desejada restauração da cobertura da mais emblemática obra pública da actual geração ribeirense.
E também é verdade que, obviamente, nada disto tem a ver com as eleições autárquicas de 1 de Outubro, daqui a um mesito.
Vivas às eleições, que com eleições há obras! 
Não devia ser só de 4 em 4 anos! Devia ser todos os anos!

O Bloco de Esquerda mostra-se muito discreto...

Cartaz do Bloco de Esquerda em Óis da Ribeira, mesmo na entrada do seu candidato
(Aníbal Saraiva) em 2005 e que este ano é líder da lista da CDU

Tânia Flor


O Bloco de Esquerda diz que é «a força que faz a diferença». Pois que seja e aqui estão as caras larocas dos seus candidatos municipais de Águeda: Francisco Vidal (Câmara) e Cristina Rolim (Assembleia). 
As senhoras são as primeiras e cá falamos de Cristina Rolim, de 50 anos e desempregada, de Águeda, filha do comunista José Manuel Rolim, que os mais velhos de Óis da Ribeira bem conhecem das Finanças e que é presidente da direcção dos Bombeiros Voluntários há uma catrefada de anos.
Francisco Marques Vidal é empresário e tem 40 anos. Como nº. 2 da sua lista tem Tânia Flor (foto), uma desconhecida ribeirense de 47 anos, desempregada. E é a única relação da lista com Óis da Ribeira, pois o seu (do Bloco) primeiro e único candidato foi Aníbal Saraiva, que em 2005 liderou a lista para a Junta local, não sendo eleito e depois de em 2001 ter sido, então pelo PS. Este ano, sempre à esquerda, é o primeiro da lista da CDU para a Assembleia de Freguesia e o sétimo da lista da Câmara Municipal de Águeda.
Certamente por acaso, o cartaz foi colocado na entrada da garagem do prédio de Saraiva.

domingo, agosto 27, 2017

PSD está a ganhar em... cartazes...

Sérgio Almeida & Sérgio Neves, dupla de candidatos do PSD em TravassÓis, no 
cartaz em frente a Igreja Paroquial da antiga e nobre vila de Óis da Ribeira...

Cartazes do PS (da Câmara)
e do PSD (para a Junta) em
Óis da Ribeira


O PSD é, por ora, o campeão dos cartazes autárquicos em Óis da Ribeira. Tem dois e os dois em locais estratégicos. Um primeiro (aqui mesmo ao lado e já há dias aqui publicado), mesmo em frente à sede da União de Freguesias. Outro, o de hoje, em frente à Igreja Paroquial da muito nobre e mui antiga vila de Óis da Ribeira.
Luzidio e à direita, lá está o repetente candidato a presidente da Junta: Sérgio Neves. Um bocadinho descorado, valha a verdade. À esquerda, de ar galante, o quarto da lista: Sérgio Almeida.
Lá atrás, e obviamente por um mero acaso coincidente, a casa mortuária que o deles antecedente presidente Fernando Tavares Pires mandou construir noutros tempos da democracia vigente, da autonomia viva (e real) e da liberdade autárquica.
Expressivo e provocador, o sinal de sentido proibido quererá aqui dizer alguma coisa? Será algum presságio eleitoral?
O d´Óis Por Três não faz premonições, muito longe disso, mas ouve-se dizer que bruxas há, sim senhor, nelas se acredite, ou não!

sábado, agosto 26, 2017

PS de TravassÓis anuncia «união e cooperação!»

O cartaz do PS na rotunda em frente à sede da União de Freguesias de TravassÓis 
parece «casado» com o do PSD. Sabe-se lá que alianças por aí virão... 



A candidata do PS à presidência da União de Freguesias de Travassô é Óis da Ribeira, Júlia Melo, procla-mou-se com «experiência e empenho para fazer o melhor que souber e po-
der pelas nossas freguesias, institui-
ções, associações, organizações e empresas, pelas nossas famílias, por nós….». Há aqui uma dúvida: poder ou puder?, ínclita debutante da política local.
Júlia Melo diz candidatar-se «pela união e cooperação» e que «é com imensa alegria e vontade que abraço este serviço cívico, por saber que vou poder colaborar no nosso crescimento e melhor futuro». Assim seja.
Assegura, igualmente, que vai «poder ouvir a todos e a cada um, poder contribuir para que tenhamos mais bem-estar, mais protecção para com as crianças e juventude, mais cuidados para com os nossos seniores, mais atenção para com quem mais precisa de todos nós».
Espírito de partilha, não falta, isto é quase bíblico..., faltando saber, porém, com que meios e com que pessoas e se isso compete às Juntas de Freguesia.
No entanto, anote-se, será «com afinco» que Júlia Melo defenderá a promoção de «mais e melhores serviços e acções nas diversas áreas do nosso desenvolvimento, pautando sempre por uma gestão participativa». Nãodiz é quais, nem como.
A candidata faz depois um rasgado elogio ao nº. 2 da lista, o ribeirense Alexandre Resende dos Reis Pires, citando-o como «licenciado em Gerontologia Social, conhecedor do Envelhecimento Humano que, “no sentido imago hominis, é um lugar de Sabedoria, Arte, Fascinação, Imaginação e Criatividade de saber envelhecer (em-velho-ser)”, área de interesse e de trabalho em comum, para a qual demos desde logo as mãos e em que também vamos “arregaçar as mangas” em prol da nossa comunidade».
A candidata frisa também que é «uma felicidade e um privilégio poder contar com a lista constituída e manifestos apoiantes».
«Contamos CONSIGO!», diz Júlia Melo, certamente antecipando a anunciada gestão participativa. Vá contando...
A actual sede da Tuna é
propriedade da Junta da
União de Freguesias
Óis da Ribeira
na lista do PS

A lista do PS para a Assembleia de Freguesia de TravassÓis inclui 7 ribeirenses.
São estes, com a indicação das respectivas posições:
2 - Alexandre Resende dos Reis Pires, de 23 anos, licenciado em gerontologia social. Foi campeão nacional de canoagem indoor.
4 - Ana Sofia Resende Framegas, 21 anos, estudante universitária.
6 - Romeu de Castro Fernandes, 27 anos, operário fabril.
9 - Rosa Lina Oliveira Almeida, 21 anos, engenheira zootécnica. 
11 - Rúben Joel Ferreira dos Santos, 26 anos, engenheiro químico.
13 - Carlos Alberto Almeida dos Reis, 51 anos, segurança privado.
15 - Soraia Filipa de Almeida Gonçalo, 30 anos, osteopata.

sexta-feira, agosto 25, 2017

A proclamação do candidato Sérgio Neves & Companhia

O cartaz do PSD em Óis da Ribeira, mesmo em frente à sede da União de Freguesias de 
Travassô e Óis da Ribeira: Manuel Almeida (Capitão) e Sérgio Neves, à direita. «Unir
para construir» é o slogan dos candidatos laranja de TravassÓis. De lado, o do PS/Águeda


O inimitável Sérgio Neves, do PSD, fez a proclamação oficial da sua candidatura à Junta de Freguesia da União das Freguesias de Travassô e Óis da Ribeira.
«É um grande orgulho e um enorme desafio poder assumir esta responsabilidade de contribuir para o crescimento e desenvolvimento da minha/vossa terra», sublinha o actual presidente da Assembleia de Freguesia, acrescentando que «tenho a noção do enorme compromisso que assumo perante todos» e que «só com uma equipa coesa e cheia de vontade de fazer e construir é possível; só unindo as pessoas e instituições faz sentido».
O anunciado candidato diz «incondicionalmente poder contar com todos para que, no dia 1 de Outubro, possamos mudar o futuro da nossa freguesia e arregaçar as mangas para 4 anos de muito trabalho».
«Penso que é necessário e que chegou o momento de darmos a volta», diz Sérgio Neves, num empolgado documento de declaração de intenções, sem, no entanto, referir o quer que seja que dê aos eleitores a mínima esperança de que algo mude. E mude, naturalmente, para melhor.
O candidato refere também que «ninguém é melhor que ninguém, mas só quando mudamos podemos comparar, e a melhor comparação é com o trabalho realizado».

Nem mais, candidato. E qual foi o trabalho realizado? Vão acabar de vez as vergonhosas Assembleias de Freguesia protagonizadas com o ex-CDS e ex-PS Mário Martins? Agora de novo candidato rival?
Verdade de La Palice: «Nada tem um tempo certo». Mas o tempo certo é quando, citando Sérgio Neves, «temos vontade de agarrar os desafios?». É bastante a vontade?Neves diz que «com humildade, transparência, determinação e seriedade, tenho a certeza que seremos capazes». Capazes de «mudar» e que tal depende dos eleitores. «Conto com todos», diz o candidato, assegurando que «contem incondicionalmente comigo». 
Edifício da Rua do Vi-
veiro que é propriedade
da Junta de Freguesia
Ois da Ribeira 
na lista do PSD

A lista do PSD de TravassÓis inclui 9 ribeirenses, que indicamos com o lugar que ocupam na lista liderada por Sérgio Neves:
 2 - Manuel Duarte Marques de Almeida (Capitão), técnico industrial. É o a actual secretário da Assembleia de Freguesia e foi secretário da Junta de Freguesia de Óis da Ribeira.
4 - Sérgio Miguel Ferreira de Almeida, técnico de medicina nu-
clear. Marido de Liliana Framegas, a 8ª. suplente da lista Juntos.
7 - Germano Magalhães Venade, floricultor. É membro da actual Assembleia de Freguesia e foi o nº. 2 da lista em 2013.
9 - Maria de Fátima Figueiredo dos Reis, administrativa. Tia dos candidatos Sérgio Almeida (4º. do PSD) e Liliana Framegas (8º. suplente da Juntos).
11 - Ondina da Silva Gomes Soares, técnica de segurança social. Cunhada de Maria Fátima F. Reis.
14 - Liliana Loureiro Alves, trabalhadora industrial.
16 - João Alberto de Jesus Ferreira, técnico industrial.
18- Cristina Maria Framegas Soares, contabilista.
20 - Bruno Alexandre de Almeida Gomes Soares, empregado de armazém.

quinta-feira, agosto 24, 2017

O Miguel, o Sérgio e o João que vão a todas...


O candidato do PSD à presidência da Câmara Municipal de Águeda, Miguel Roque, anda numa fona, a visitar tudo quanto é festa e romaria, feiras e associações, desde que lá se juntem pelo menos duas ou três pessoas. Ou muito mais, claro, isto é uma maneira de dizer.
Em Óis, visitou a Arcor, a Tuna, a (antiga) escola, a festa do peixe e não sabemos se mais, Por Travassô, tem sido a mesma coisa. Por Águeda-concelho, idem, aspas,aspas...
Há dias voltou a Travassô, à festa da Senhora do Amparo e, no arraial, esteve a ensaiar tiro ao prego, ou caça ao voto. Lá está o candidato laranja da (des)União de Freguesias, Sérgio Neves, de mãos nas ancas, ao melhor estilo de forcado, como quem está a aprender para a lide com Mário Martins.
Sorridente e atento, também está um ribeirense de adop-
ção, membro da lista travassÓisense de confgrades laranjas: João Ferreira, este aqui à direita.
O d´Óis Por Três não sabe, mas que fenómeno acontece por altura das eleições? Porque é que algumas pessoas mudam de figurino e não são o que são sempre?

quarta-feira, agosto 23, 2017

Candidatos que não são, mas são por Óis da Ribeira...

Óis da Ribeira: a sede da União de Freguesias de TravassÓis
Foral da vila de
Óis da Ribeira

Uma das curiosidades das listas de candidatos das Eleições Autárquicas de 2017, de Óis da Ribeira, tem a ver com a sua relação com a antiga vila.
São naturais, são residentes?
Apenas as listas do PS e do PSD têm um primeiro candidato natural de Óis da Ribeira: Alexandre Resende dos Reis Pires e Manuel Duarte Marques de Almeida, respectivamente. A CDU tem um líder «estrangeiro»: Aníbal Marques Saraiva. A lista da Juntos tem outro «estrangeiro» com primeiro de Óis da Ribeira: António Horácio Pires Tavares.
Vejamos quem são os «estrangeiros»:

Aníbal Marques Saraiva
CDU - Coligação
Democrática Unitária
Vera Lúcia Simões

1 - Aníbal Marques Sa-
raiva, de 61 anos e natural de Mourisca do Vouga mas radicado em Óis da Ribeira, onde é comercian-
te, proprietário do Café Central e do mini-mercado; já foi candidato pelo PS (em 2001) e pelo Bloco de Esquerda (em 2005).
2 - Vera Lúcia da Silva Conceição Simões, aposentada de 71 anos (foi conservadora da Fundação Dionísio Pinheiro) e natural e residente em Cabanões, é a única da lista que não é residente em Óis da Ribeira. Curiosamente, é neta do professor Dinis Pires da Silva,  que foi de Óis da Ribeira e, episodicamente, vereador da Câmara Municipal de Águeda - nos anos 40 do século XX. 


A. Horácio Tavares
JUNTOS - Movimento 
Independente 
M. Conceição Reis


1 - António Horácio Pires Tavares, serralheiro, é o número 2 da lista independente Juntos, o primeiro candidato de Óis da Ribeira, e natural de Espinhel. Reside em Óis da Ribeira, pelo seu casamento com Rosa Deolinda.
2 - Maria da Conceição Tavares de Almeida Reis, uma curiosidade: candidata suplente de Travassô, é filha de Vasco Almeida Reis, ribeirense há muitos anos radicado em Travassô, onde já foi presidente da Assembleia de Freguesia.


Sérgio Almeida
PSD - Partido
Social Democrata
Germano Venade


1- Sérgio Miguel Ferreira de Almeida, técnico de medicina nuclear, é o 4º. da lista e ribeirense pelo seu casamento com Liliane Duarte Figueiredo Framegas (candidata da Juntos). É natural do Casaínho de Baixo, em Espinhel.
2 - Germano Marques Venade, de 61 anos, floricultor e 7º. candi-
dato da lista, é de natural de Vila Nova de Cerveira. É ribeirense pelo seu casamento com Filomena Soares de Almeida e vive n Rua Manuel Tavares.
3 - Liliana Loureiro Alves, 14ª. da lista, é natural da freguesia de Espinhel e ribeirense pelo casamento com Paulo Jorge dos Santos Gomes (Rato). Mora na Rua António Bernardino.
4 - João Alberto de Jesus Ferreira, 16º. da lista, é natural de Águeda e tornou-se ribeirense pelo casamento com uma filha de António Fernandes da Silva (Pedronha). Vive na Rua do Serrado.


Soraia Gonçalo
PS - Partido
Socialista

Os candidatos socialistas de Óis da Ribeira nas Eleições Autárquicas de 2017 são todos naturais de Óis da Ribeira.
Uma curiosidade: Soraia Filipa de Almeida Gonçalo, de 30 anos e osteopata, 15ª. candidata da Lista do PS, é de Óis da Ribeira mas vive em Travassô. Já foi candidata do PS há 4 anos.

segunda-feira, agosto 21, 2017

Os auto-separados que se fizeram Juntos...

Mário Martins candidata-se por listas que o possam eleger presidente da Junta; já foi 
pelo CDS, foi pelo PSD e este ano concorre pelos independentes da «Juntos»

Candidatos do PSD em 2013 e 2017: Sérgio
Neves, Germano Venade e Manuel
Almeida (Capitão)

A imagem tem quase 4 anos e mostra os resultados das eleições autárquicas de 2013, que «escolheram» os primeiros eleitos da (des)União de Freguesias de Travassô e Óis da Ribeira. Uma imagem que não se repetirá este ano e depois destas próximas eleições.
E porquê?
António Horácio Tavares, à esquerda, e Mário
Martins, à direita: separar das origens parti-
dárias para estar/continuar no poder.
Ai a cor das camisolas!...
Vejamos o executivo:
1 - Mário Martins, mesmo que venha a ser reeleito presidente (ninguém sabe...), já não será eleito pelo PS. De ex-CDS e ex-PS passou para a «Juntos». Se for eleito para a Assembleia de Freguesia, provavelmente não assumirá o cargo e, se assumir, será sempre um ex-CDS e um ex-PS.
António Horácio Tavares, Mário Martins
e Horácio Santos: do PS para os chama-
dos independentes da «Juntos». Mário e
Santos já vieram do CDS...
2 - Horácio Santos, outro ex-CDS e agora ex-PS, está nos fundos (13º. lugar, 4º. suplente) da lista da «Juntos». Não será eleito.
3 - Marta Morais, se for eleita (para o executivo ou Assembleia de Freguesia), também mudará de sigla de candidatura. Já passou a ex-PS, para ser uma independente da «Juntos».

Quanto à Mesa da Assembleia de Freguesia:
4 - Sérgio Neves, de novo candidato do PSD, será certamente eleito, faltando saber para que função. Para a Junta? para a Assembleia de Freguesia?
5 - Sofia Botelho Marques, do PSD, é 8ª. da lista e só em regime de substituição assumirá qualquer cargo. Foi secretária da Mesa da Assembleia de Freguesia.
6 - Germano Venade continua no PSD, agora em 7º. lugar, e só em caso de vitoria eleitoral do partido terá hipótese de integrar a Assembleia de Freguesia.
7 - Manuel Almeida (Capitão): Continua PSD e vai ser eleito, faltando saber para que órgão: Assembleia de Freguesia ou Junta de Freguesia (neste caso, apenas em caso de vitória do partido e das negociações que se seguirem).
8 - Conceição Reis: Outra ex-CDS e ex-PS, agora 14ª. (5ª. suplente) da lista da «Juntos». Não será eleita.
9 - Diamantino Correia: Não será eleito, pois não concorre.
10 - Vital Santos: Não será eleito, pois não concorre.
11 - António H. Tavares: Este ex-PS, agora na «Juntos», será eleito, faltando saber se para a Assembleia se para a Junta de Freguesia.
12 - Filipe Almeida: Outro ex-PS, poderá ser eleito em caso de vitória da «Juntos». Noutra situação, será difícil.
O futuro dará respostas.
- A posse de há 4 anos, AQUI

domingo, agosto 20, 2017

Os primeiros candidatos de Óis da Ribeira

Óis da Ribeira vista do e do sul para norte














O comunista Aníbal Marques Saraiva é o único candidato de Óis da Ribeira a liderar uma lista nas Autárquicas de 2017.
As restantes três listas têm primeiros candidatos de Travassô: Sérgio Neves pelo PSD, Mário Martins pela Juntos e Júlia Melo pelo PS, as três como números Duarte de Almeida (Capitão), António Horácio Tavares e Alexandre Resende Pires.
Algumas apreciações, despretensiosas e até aleatórias, sobre estes quatro candidatos ribeirenses, uns mais veteranos e experientes, outros mais debutantes e inexperientes, indicando-se (entre parentisis) o número de vezes que já foram candidatos autárquicos locais:


Manuel Almei-
da (Capitão)
1 - MANUEL ALMEIDA, CAPITÃO (6): Candidato, sempre pelo PSD, nas eleições de 1993, 1997, 2001, 2005 e 2009 (sempre eleito secretário da Junta de Freguesia de Óis da Ribeira presidida por Fernando Tavares Pires) e em 2013, na lista de Sérgio Neves para a União de Freguesias. Foi eleito, neste caso, secretário da Assembleia de Freguesia.
A candidatura de 2017 é a sétima consecutiva que se apresenta a sufrágio eleitoral e quase seguramente será eleito. Falta saber se para a Junta de Freguesia (para o executivo da União), se para a Assembleia de Freguesia.


Aníbal Marques
Saraiva
2 - ANÍBAL M. SARAIVA (2): Candidato do PS em 2001, contra a lista do PSD de Fernando Pires (370). Teve 87 votos, foi o único  eleito da lista socialista e exerceu o mandato. Voltou a candi-
datar-se em 2005, mas agora pelo Bloco de Es-
querda (BE), de novo contra o PSD de Fernando Pires (334), tendo 30 votos e não se elegendo. A LIOR de Diamantino Correia teve 123. 
Agora pela Coligação Democrática Unitária (CDU), apresenta-se pela terceira vez ao sufrágio eleitoral dos ribeirenses (e travassonenses). Muito dificilmente será eleito.


António Horácio
Tavares
3 - ANTÓNIO HORÁCIO TAVARES, da JUNTOS (2): Foi candidato do PS em 1989 (8º.), na lista de Armando Tavares dos Reis. Voltou a ser candidato socialista em 2013 (7º), na lista do ex-CDS Mário Martins. Agora apresenta-se como nº. 2 da JUNTOS, de novo de braço dado com o ex-CDS e agora também ex-PS Mário Martins. Ele também (AHT), agora ex-PS. Foi eleito para a Assembleia de Freguesia e, transitóriamente, foi secretário do executivo.
Apresenta-se a sufrágio pela terceira e é um dos que será eleito. Falta saber para que cargo.


Alexandre Resen-
de Pires
4 - ALEXANDRE PIRES: É estreante nas lides eleitorais auttárquicas, como segundo candidato do PS. Será eleito, ou não? Tal poderá depender da tradição eleitoral socialista de Óis da Ribeira (e menos de Travassô), mas o PS de Mário Martins (182 votos) perdeu em Óis há 4 anos para o PSD de Sérgio Neves (227). E ninguém pode adivinhar a partilha de votos da dissidência que «pariu» a JUNTOS. 
Os votos socialistas poderão ser divididos de tal forma que tal prejudique as duas candidaturas (as da JUNTOS e do PS). O futuro o dirá.


|||
Há 4 anos, só duas listas se apresentaram ao sufrágio eleitoral autárquico local - na primeira experiência como União de Freguesias de Travassô e Óis da Ribeira.
O PS teve 516 votos em Travassô (que agora serão virtualmente «divididos» pelas duas candidaturas) e o PSD 350. Nas duas freguesias, regostaram-se 698 para o PS (51,10%) e 577 para o PSD (41,73%). O que quer dizer que o PSD teve 227 votos em Óis da Ribeira, enquanto o PS teve 182.
As diferenças de votos poderão ser por margens muito escassas e o Método de Hondt poderá ser decisivo. Escassos votos, acreditamos, vão decidir as eleições.




  

sábado, agosto 19, 2017

POLÍTICA D´ÓIS 5 - A Juventude Socialista em lista...

O centro de Óis da Ribeira vista do ar e do norte para sul

A lista do PS de TravassÓis tem 7 candidatos de Óis da Ribeira. Todos muito jovens - menos um. A média de idades é de 28 anos, mas uma candidatura de 51 (a de Carlos Alberto Reis) leveda a média. Tirada esta, desce para 24. 
Melhor, em termos de idades mais baixas, só a lista de candidatos do CDS mas eleições de 1989, liderada por Eugénio dos Reis Pinheiro, de 23 anos, com 10 candidatos e 21,5 anos de média. Os mais velhos eram ele, Higino Fernando Pires dos Reis e Carlos Manuel da Costa Estima (23). O mais novo, Mário Fernando de Almeida Marques, com 19.
Os candidatos ribeirenses do PS são estes:



Alexandre Resende Pires
Alexandre Pires, o 
jovem gerontólogo

Alexandre Resende Reis Pires, de 21 anos, gerontólogo, segundo candidato da lista de Júlia Melo, é membro da Juventude Socialista de Águeda e debutante em actos eleitorais. Mas tem tradições políticas na família.
O pai, José António dos Santos Pires (ausente na Guiné-Bissau), foi candi-
dato do PSD, nas listas de Fernando Tavares Pires, nas eleições autárquicas de 2001 (9º. lugar) e de 2005 (6º.). O avô materno, Fausto Ferreira Simões dos Reis, foi candidato do CDS em 1982, na lista de Sesnando Alves dos Reis (4º. lugar), e em 1985, na de Arménio Pinheiro da Silva (2º.).
O tio-bisavô Joaquim Lopes dos Santos (Cidalina, pai de Dinis Santos, sogro de José Manuel Alves e avô de Johhny Reis), foi candidato do CDS em 1979, na lista de Fernando Reis (4º. lugar) e em 1985, na de Arménio Pinheiro da Silva (7º.). O tio-avô António Ferreira dos Santos Resende foi candidato do CDS em 1979, na lista de Fernando Reis (9º.).
Alguns primos, mais ou menos próximos: José Alberto Ramos Silva (Zézinha) foi candidato do CDS em 1976, na lista de Hernâni Framegas dos Reis (4º.). Todos do PSD: António Simões Pinheiro das Neves, em 1979 (1º. lugar); em 1989, na de Manuel Soares (10º.); e em 1993 e 1997 (11º.), tambasde Fernando Pires. Armando Simões das Neves foi 8º. candidato da lista de Manuel Soares em 1989. Dinis dos Reis Santos, 9º. de Manuel Soares em 1985. José Manuel da Conceição Alves, 7º. de Manuel Soares em 1985. Ainda do PSD: Carlos Manuel Almeida Reis (padre), 5º. de Fernando Pires em 2001.
Do PS: Johhny Daniel Conceição dos Reis (neto de Joaquim e filho de José Manuel), foi 5º. do PS de Carla Tavares em 2009.
O actual presidente da Câmara Municipal, Gil Nadais Nadais Resende da Fonseca, é seu primo afastado, pela banda materna, da Família Resende, de Águeda.


Ana Sofia Re- 
sende Framegas
Sofia Framegas,
da avô a neta

Ana Sofia Resende Framegas, de 21 anos, estudante universitária, quarta da lista socialista de Júlia Melo, herda a tradição política da Família Framegas. A mais próxima passa pelo pai, Paulo Rogério dos Reis Santos Framegas, que foi candidato do CDS em 1989, na lista de Eugénio dos Reis Pinheiro (7º. lugar), e em 1997, na de Albertino Gomes Soares (10º.), do PS de Aníbal Marques Saraiva em 2001 (10º.) e da LIOR de Diamantino Alves Correia (6º.).
A mãe, Elsa Maria Lourenço Resende Framegas, foi a 53ª. candi-
data do PSD de Sérgio Neves em 2013. O avô Messias dos Santos Framegas candidatou-se na lista do CDS de Fernando Reis (1º. lugar) em 1982, e na de Sesnando Alves dos Reis (8º.). O tio Ma-
nuel Estima dos Reis foi 10º. da lista do CDS em 1985, a de Ar-
ménio Pinheiro da Silva. A prima Elisiária Maria dos Reis Santos Framegas foi 8ª. candidata do PS de Aníbal Saraiva em 2001.


Romeu Castro
Fernandes
Romeu segue
a.. família!

Romeu de Castro Fernandes, de 26 anos, operário fabril, sexto candidato da lista socialista de Júlia Melo, é um novo «rebento» político do clã Costa Fernandes - que envolve os tios-bisavôs Victor Fernandes da Silva (PS), Ludjero Fernandes da Silva (CDS) e Norberto Simões Pires Estima (PS), tios-avôs Leonildo Soares da Costa (PSD e LIOR) e Danilo Soares da Costa (PS), e directos Carlos Alberto da Costa Fernandes «Teco» (CDU), João Ferreira (PSD) e Samuel da Costa Fernandes (PSD), os primos Agostinho Tavares (PS e PSD), Carla Tavares (PS), António Framegas (CDS, PS e PSD), Carla Costa e Ana Costa (PS), e Carlos Estima (CDS e PS), Rui Fernandes (sempre do PSD), entre outros. Este ano, também Sandra Santos, candidata do JUNTOS.


Rosa Lina
O. Almeida
Rosa Lina em
«zoo» de votos

Rosa Lina Oliveira Almeida, de 21 anos, engenheira zootécnica recentemente licenciada, a 9ª. na lista do PS de Júlia Melo, é debutante em lides eleitorais e sem grande tradição familiar. É filha de pais surdos-mudos, Alberto António Dias de Almeida e Rosa Carvalheiro, neta de Zulmiro dos Santos Almeida e Maria Amélia Dias Figueiro. 
O tio José Carlos Dias de Almeida foi candidato do PS de Carla Tavares em 2009. O primo João Bernardino Dias Figueiro Viegas foi candidato do PSD em 1985, na lista de Manuel Soares (6º. lugar), e do PS em 2013, na lista de Mário Martins (18º.).


Rúben Joel
Ferreira Santos
Rúben Santos,
abre história...

Rúben Joel Ferreira dos Santos, de 26 anos, engenheiro químico, 11º. candidato da lista do PS travassOisense, não tem histórico político na família directa. 
Os pais já faleceram e vive(u) com os avós, Emília Ribeiro e Manuel Arsénio dos Santos. Por banda deste, tem relacionamento com Mário Pires Tava-
res das Neves, meio-irmão deste avô paterno, que foi candidato do CDS em 1976, na lista de Hernâni Framegas dos Reis (2º.) e pelo PSD em 1978, com António Neves (6º.). O filho deste, Nelson Neves e sempre em listas do PSD de Fernando Pires, foi candidato em 1993 e 1997 (12º. lugar), 2001 e 2005 (14º.) e 2009 (15º.).  O neto Luís Neves foi o segundo da lista do PS de Carla Tavares em 2009. Isolina de Fátima Neves Polido foi 11ª. do PSD de Aníbal Saraiva em 2001.
A astrónoma Ângela Raquel Gonçalves dos Santos, prima recentemente doutorada, foi 18ª. candidata do PSD de Sérgio Neves em 2009. Maurício Fernando dos Anjos, primo do avô, foi candidato (2º.), em 2005, do Bloco de Esquerda de Aníbal Saraiva.


Carlos A. Reis,
o Veterano!

Carlos Alberto Almeida dos Reis, 51 anos, segurança privado, 13º. da lista, foi candidato do  PS de Aníbal Saraiva em 2005 (6º. lugar) e do Bloco de Esquerda do mesmo Aníbal Saraiva, em 2009 (2º.). 
O sobrinho Nuno Miguel dos Reis Pinheiro foi candidato do  Bloco de Esquerda de Aníbal Saraiva em 2005 (8º. lugar). Não se conhece nenhuma outra afinidade familiar com outros candidatos, de ontem ou de hoje.
O cunhado Paulo Jorge Marque Tavares foi o 32º. candidato do PSD de Sérgio Neves em 2009. É genro de José Augusto Moreira dos Santos e Guiomar Ferreira de Oliveira. A prima (indirecta) Eugénia Cristina Oliveira Martinho foi candidata do PS em 1997 (6ª.), na lista de António Tavares, e do PSD de Fernando Pires em 2009 (7ª.). O irmão desta, Carlos Samuel, foi 7º. do PS de Aníbal Saraiva em 2001.

Soraia Filipa
A. Gonçalo

Soraia Gonçalo é
tri-candidata!

Soraia Filipa de Almeida Gonçalo, de 30 anos, osteopata, 15ª. socialista da lista de Júlia Melo, foi candidata do PS de Carla Tavares em 2009 (6º. lugar) e de Mário Martins em 2013 (12ª.). 
A tradição política começou no avô paterno, Luís Tavares Gonçalo, que foi candidato do CDS em 1982, na lista de Sesnando Alves dos Reis (11º. lugar). O pai, Luís da Costa Tavares Gonçalo, foi candidato do PS de Aníbal Saraiva em 2001 (2º. lugar) e da LIOR de Diamantino Correia em 2005 (8º.). A tia Maria Isabel Rodrigues Fernandes foi candidata do PSD (36ª.) de Sérgio Neves em 2009.
Dois primos paternos foram candidatos do CDS: Manuel Joaquim Oliveira Dias de Carvalho, em 1993 (1º.) e 1997 (6º.); e António Manuel Azevedo de Melo, em 1993 (2º.) e 1997 (3º.). O tio António Simões Pereira (Palmira) foi candidato da CDU (1º.) em 1989.
* NOTA: Estes dados podem ter algumas imprecisões e/ou 
omissões, de que nos penitenciamos. Quaisquer sugestões 
podem ser dadas para doisportres2@gmail.com.